domingo, 17 de agosto de 2008

Entre gatas e gatos



Saudade de um bichano ronronando por perto.
Este é Gigi, meu gatinho companheiro de últimos meses de Costa Rica. Foi um presente de meus amigos e vizinhos Naita Saechao e Federico Chialvo. Na verdade, pensei que fosse uma gata até o dia em que a levei ao veterinário para fazer a cirurgia de castração. Como o controle de natalidade deve ser preocupação de ambos os sexos, Gigi não teve escolha. O nome, em homenagem a uma cantora maravilhosa da Etiópia, acabou ficando o mesmo. Na foto acima, Gigi dorme o soninho da tarde e, embaixo, enrolado numa manta do povo masai, do Quênia.

2 comentários:

Rogério Christofoletti disse...

meu, que saudades, aninha!
que ventos te levam?
me conte das suas novidades e dos países que vêm te acolhendo... abração

Le Vin au Blog disse...

Que fofo!!!
Ontem fui visitar uma amiga aqui no Rio, que mora em uma rua sem saída cheia de gatos.
Fiquei com a minha mãe preta de tanto agradar todos os que queriam atenção. Eram oito!

Beijos.
Rafa